Artroplastia de quadril

A Artroplastia é uma cirurgia que se caracteriza pela substituição das superfícies de articulações defeituosas por biomateriais, visando reestabelecer a função dessas articulações. É um método realizado com sucesso em quase todas articulações. No quadril as artroplastias são indicadas no tratamento das artroses dolorosas e das fraturas desviadas do colo deo fêmur em idosos.

Tipos de próteses e cirurgias você encontra http://www.cirurgiadoquadril.org/index.php?uq=cirurgias

O tratamento deve ser iiniciado na fase pré cirúrgica com exercícios respiratórios associadodos a exercícios passivo assistido de membros inferiores e superiores. Os exercícios respiratórios deveram ser leves e profundodos  procurando expandir o máximo o pulmão e nquanto o objetivo de trabalhar os membros superiores e inferiores será manter as articulações preservadas , pois no pós operatório imediato o paciente tende a ficar confinado ao leito.

Esta segunda fase inicia-se , no dia seguinte do pós-cirúrgico , permitindo assim que o paciente descanse do próprio ato cirúrgico e anestesia

B) Deve ser colocado um coxim triangular , caso não tenha , um travesseiro serviria para manter ambas as pernas em abdução

C) Evitar os movimentos de flexão acima de 45º , adução e rotação interna e também a rotação externa, os quais podem luxar o quadril

D) Proporcionar mudança de decúbito para prevenir escaras, com o máximo de cuidado para que não haja o deslizamento do lado operado o que irá favorecer a adução e consequentemente a luxação da prótese

E) O paciente não deve ser colocado sobre o lado operado

F) A cinesioterapia respiratória deve ser intensificada ,pois agora o paciente está mais preso ao leito

E) A patela deve ser mobilizada , assim como o joelho , deslocando o paciente de modo que ele fique em diagonal na cama e com a perna do membro operado para fora , mantendo o quadril imóvel

F) Fortalecimento muscular: no caso dos abdutores , podem ser usados patins para diminuir o atrito no leito, isometria de quadríceps e glúteos. Colocaremos o paciente em diagonal no leito mantendo a coxo femural em posição neutra permitindo que o joelho operado fique pendente e realizaremos exercícios isotonicos para flexão e extensão de joelho passiva, assistida, livre ou resistida dependerá apenas das condições do paciente.

G) Nos primeiros dias o paciente é posto na posição ortostática através de uma mesa ortostática , duas vezes ao dia

H) No terceiro dia ele é colocado de pé com ajuda de um andador e progressivamente deambula com uma marcha de carga parcial onde o paciente divide o peso de seu membro operado com as muletas ou andador, lembrando que o membro operado deve ser mantido em abdução e o pé em posição neutra

I) No quarto dia o paciente poderá sentar em uma cadeira na posição semi-ereta , porém o quadril não deve ser fletido mais do que 45 graus , ele sentará mais propriamente sobre o sacro e a região lombar .

J) Do quarto dia até a alta hospitar manteremos o estas atividade com aumento gradativo sendo mais intensos em relação a amplitude e incentivados e relalizar com mais frequência aumentando sua resistência e força muscular.

CUIDADOS A SEREM TOMADOS APÓS A ALTA HOSPITALAR DURANTE AS PRIMEIRAS 04 SEMANAS :

1 ) PACIENTE DEITADO :

Manter as pernas abertas, não dormir sobre o lado operado, colocar dois travesseiros entre os joelhos ou coxim triangular feito de espuma quando for virar para o lado não operado, pode se utilizado uma tipóia para manter tracionado em abdução.

2) PACIENTE SENTADO :

Não sentar reto na cadeira, pode sentar somente inclinando o tronco para trás com a região lombo-sacra, evitar cruzar o membro afetado sobre o lado não operado, não sentar em cadeiras baixas , evitar sentar em cadeiras baixas, não cortas as unhas.

3) PACIENTE EM PÉ :

Evitar girar o membro operado sobre ele mesmo, pode dobrar o joelho operado quando andar pois não vai alterar no aumento da flexão do quadril, utilizar muletas ou andador , colocando carga progressiva sobre a extremidade operada, andar com as pernas abertas

4) PACIENTE NO BANHEIRO :

Não tomar banho de banheira , não pegar objetos no chão, só tomar banho no chuveiro em pé, evitar o uso de tapetes e a presença de animais que possam escorregar, tropeçar e provocar tombos

5) ORIENTAÇÃO AVDs :

Abster-se do trabalho e das atividades sexuais, não dirigir veículos, qualquer alteração no quadril, dor torácica , edema nas pernas , drenagem sangüínea ou purulenta no quadril deve ser notificada

* normalmente os pacientes podem voltar as atividades sedentárias após 4 a 6 semanas e após 3 meses poderão retornar as atividades que exigem em pouco de flexão  e dos joelhos .

Fonte:http://www.vitalsampol.com.br/Artigos/Artigo16-30/artigo21.html

 

Hello world!

Welcome to WordPress.com. This is your first post. Edit or delete it and start blogging!

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.